beber para esquecer

domingo, junho 26, 2005

telefono-me para combinarmos

Para as amigas: - Vão para casa? Um minuto... Para ele: Tenho de ir. Podíamos encontrar-nos amanhã ou depois. Alcançando o telemóvel: Eu ligo-te...

- Quando gostarias de sair? É que não tenho telemóvel.

- Amanhã... mas não sei se posso. Quebrando o silêncio de meditação: Toma o meu telemóvel. Telefono-me para combinarmos.